arrow_drop_up
Hello!
  • 3

Liberado o release 1 do Eberick Next e QiBuilder Next

Finalizada a primeira etapa de desenvolvimento do Eberick 2019 Next e do QiBuilder 2019 Next, que dá origem às versões 2020. Neste primeiro release foram desenvolvidos novos recursos e melhorias, os quais podemos citar:

Recursos comuns ao QiBuilder e Eberick

Criação de novo projeto a partir de modelo externo

Seguindo a tendência de trabalho no fluxo BIM e com o intuito de facilitar a criação de novos projetos no Eberick e QiBuilder a partir deste modelo, foi criado o comando “Novo projeto com modelo externo” que permite criar a edificação a partir do arquivo IFC ou Qi3D com a arquitetura em 3D. A partir deste comando é possível definir os pavimentos e níveis dos mesmos de forma automática pelo programa, conforme definido para a arquitetura.

Figura 1– Definição automática dos pavimentos de acordo com a arquitetura

 Importação dos ambientes do IFC

Com o intuito de enriquecer ainda mais as informações provenientes dos arquivos IFC importados para o Eberick e QiBuilder, agora é possível também visualizar os ambientes criados no modelo de arquitetura. Este recurso objetiva auxiliar na identificação destes ambientes e na compreensão do modelo importado.

Edição dos pavimentos através dos níveis

Levando em consideração o fluxo BIM para a criação dos projetos, agora no QiBuilder e Eberick é possível editar diretamente os níveis dos pavimentos. Em versões anteriores o nível do pavimento era definido somente através da edição da sua altura, porém agora, visando facilitar a interação entre os modelos arquitetônicos, estruturais e projetos complementares, o projetista poderá editar diretamente os níveis dos pavimentos.

BCF (BIM Collaboration Format)

O BCF, ou “formato de colaboração BIM” é um formato padrão aberto oficial da buildingSMART, que permite codificar mensagens que informam um conjunto de problemas encontrados no modelo BIM. Assim, a troca de dados baseada em BCF é adequada para identificar sobreposições (colisões, problemas de modelagem e outros erros) quando vários modelos de aplicativos diferentes são combinados em um software.

Diante disso e da grande aplicabilidade deste formato durante a compatibilização de projetos, foi implementado tanto no Eberick quanto no QiBuilder a opção de criar anotações no formato BCF, bem como exportar e importar esse formato de outros softwares.

Atualização para o formato DWG/DXF 2018

A partir da atualização de 2018 do Autocad, os arquivos DWG/DXF gerados nesta versão tornaram-se incompatíveis com alguns softwares. Por esta razão implementamos uma atualização no QiBuilder e Eberick para permitir importar estes arquivos.

Recursos específicos do Eberick:

Resumo de materiais em XLSX:

Foi incluída no programa a opção de exportar o resumo de materiais gerado no Eberick em formato .xlsx (formato de planilha), compreendendo uma opção a mais de montagem do resumo, além de facilitar a edição de células.

Figura 2 – Resumo de materiais em formato XLSX

Comando “Converter para fundação” sem pilar

Para facilitar lançamento da fundação em que as dimensões já foram definidas no croqui, no fluxo natural de lançamento, foi criado o comando “Converter em fundações”, que permite converter pilares nas novas fundações (caso da fundação sem pilar de arranque).

Nova janela de criação do projeto

Com a inclusão de recursos BIM ao Eberick, cujo objetivo é possibilitar o trabalho integrado do projetista de estruturas com os(as) arquiteto(as) e demais engenheiros(as), sabe-se que a preparação do projeto não deve mais ocorrer a partir de um desenho 2D em DWG, e sim a partir de um modelo tridimensional, que poderá ser disponibilizado no formato IFC. Esta nova metodologia representa uma quebra de paradigma bastante significativa, e traz consigo a necessidade de realizar alguns ajustes no funcionamento das ferramentas atuais do Eberick com o intuito de adequar a usabilidade do programa a esta nova forma de trabalhar.

Assim, neste primeiro release foi implementada a nova janela de criação e edição dos pavimentos do projeto, que se assemelha bastante à janela de criação do projeto do QiBuilder.

 

Figura 3 – Janela de criação e edição dos pavimentos do projeto com a arquitetura

Tanto o release do Eberick quanto do QiBuilder estão disponíveis na guia Downloads.

  • 3

Comentários
  • Vitor Luis Wagner

    Micheli (e demais desenvolvedores). Mesmo um pouco atrasado, pois já foi liberado o Release 2, queria comentar sobre o “Converter para Fundação sem Pilar”. Eu usei o recurso em seis pilares de uma edificação de 4 pavimentos. Conferi manualmente e entendo que os resultados são coerentes. O detalhamento também ficou bom, na minha opinião. O “senão” fica por conta do lançamento que eu ainda acho pouco intuitivo. Talvez seja falta de prática, mas por hora a sequência de lançamento e a forma de fazer me parecem um pouco uma “adaptação” e não uma ferramenta como as demais. Mas está nota 9,0!
    Outra coisinha que me incomoda: ao visualizar as deformações das vigas, se eu for na caixa de seleção e optar por ver, por exemplo, “Efeitos em elementos não estruturais” o Eberick pergunta TODAS as vezes que fecho a janela se eu desejo salvar as alterações. Poxa, não fiz alteração alguma, só visualizei as deformações. Acho muito chato, considerando que uso muito essa visualização. Quem sabe há um ajuste num próximo Release?
    Parabéns pelas novas ferramentas e aperfeiçoamentos.

    0
    • Micheli Mohr Koerich

      Olá Vitor, tudo bem?
      Concordamos com você sobre a questão do lançamento dos blocos. Neste primeiro momento a forma de lançamento realmente precisou de alguns ajustes, os quais foram incorporados ao release 2. Agora é possível converter o pilar para o novo tipo de bloco de fundação, por exemplo. Além desta alteração alguns outros critérios também foram melhorados. Espero que agora atenda melhor às suas expectativas.
      Em relação à questão da janela de deformações das vigas, a mensagem é emitida pois a visualização da planta é atualizada ao alterar o tipo da deformação visualizada. De todo modo, como não houve interação do usuário no desenho, realmente a ideia de eliminar o aviso é válida. Obrigada pela sugestão, vou encaminhá-la ao desenvolvimento!

      0
  • Renato Aurelio Capuruo Costa

    Chegando atrasado, mas desejando muito sucesso em mais esse NEXT.

    1
    • Micheli Mohr Koerich

      Olá Renato, tudo bem?
      Seja bem-vindo ao nosso blog! Teremos muitas novidades neste projeto Next! Espero que goste! =)

      0